'Angry Birds Space' bateu o recorde de 10 milhões de downloads em três dias

'Angry Birds Space' bateu o recorde de 10 milhões de downloads em três dias

Plataformas: PC, iOS, Android | Desenvolvedora: Rovio Mobile | Editora: Rovio Mobile | Gênero: Puzzle | Lançamento: 22/3/2012

Melhor: A mecânica das gravidades | Pior: Os detritos espaciais corroem a paciência de qualquer um

“Angry Birds” está para os jogos mobile da mesma forma que "Super Mario Bros." está para o gênero de plataforma. Não à toa, “Angry Birds Space”, o quarto jogo da série, bateu o número de 10 milhões de downloads em menos de três dias. É um fenômeno cultural que em breve ganhará uma série animada que tem previsão de estreia para o último trimestre do ano, com 52 episódios de dois a cinco minutos por temporada e distribuição digital diretamente nos dispositivos mobile.

Os mais ousados já apontam a marca - que até loja própria possui - como uma mostra do que está por vir em termos de games e conteúdo: distribuição digital, sem restrição de plataformas e formatos.

Quem jogou o “Angry Birds” original deve ter imaginado uma forma de reinventar a mecânica de sucesso que envolve atirar pássaros de mau humor em porcos ladrões de ovos. “Angry Birds Seasons” e “Angry Birds Rio” apostaram em mudanças na ambientação e altas doses de piadas para se renovarem. Não conseguiram.

A Rovio quebrou a cabeça e decidiu levar tudo para o espaço neste quarto jogo, e o resultado veio em forma de jogabilidade mais afinada e complexa, um novo pássaro e muito mais diversão. A trama continua a mesma e envolve porcos roubando ovos e pássaros kamikazes em busca de vingança, mas tudo o mais é diferente, sem mudar uma pena da essência da série.